Lobo-Guará
Foto: Edson Silva / Bioventura
Família

Canidae

Nome Científico

Chrysocyon brachyurus

Nome inglês

Maned Wolf

Medidas

Cerca de 1,15 cm de comprimento mais 50 cm de cauda.

Alimentação
Frutos, pequenos vertebrados, insetos e ovos.
É muito associado a planta chamada Lobeira (Solanum lycocarpum), uma espécie de arbusto que ocorre no Cerrado e produz um fruto muito apreciado pelo Lobo-guará, que elimina as sementes intactas nas fezes, sendo um importante dispersor de sementes da lobeira.
Ocorrência

Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e planícies bolivianas.

Características
Maior canídeo da América do Sul e o animal simbolo do Cerrado (embora também ocorra em outros biomas como os Pampas, Chaco, e mais raramente na Mata Atlântica e Pantanal).

Seu corpo é esbelto com as patas longas e a pelagem ruiva, sendo que os pelos da crina, das patas e do focinho são pretos. Possui um tufo esbranquiçado na ponta da cauda, característica presente desde o nascimento. Também tem uma mancha branca sob a garganta.

São solitários ou vivem em grupos pequenos composto por um casal e seus filhotes.

Caçam preferencialmente no crepúsculo e a noite, e por eventualmente serem predadores de animais domésticos de criação, como galinhas são frequentemente abatidos por fazendeiros. Outra ameaça ao lobo-guará é a perda de seu habitat para a crescente agricultura.

Email

bioventura@bioventura.com.br

Telefone

Whatsapp 55 11 96647-2082 / 55 13 3457-9130
Open chat